Rádio Comércio de Murici

Streaming

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Nota de Falecimento

Foto: http://noticias.uol.com.br

Blog comunica o falecimento o ex-vereador Rubens Ferraz. Rubão como era conhecido, Faleceu nesta terça (21), em um hospital da capital alagoana, exerceu o mandato de vereador por Murici de 1996 a 2000.
O sepultamento ocorrerá no final da tarde desta terça, no cemitério municipal de Murici.

* 04/08/1951
T 21/10/2014

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Começa a valer o adicional de periculosidade para motoboys


Norma foi acrescentada à Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
Profissional que usa moto para trabalhar terá acréscimo de 30% ao salário.

Motoboys terão acréscimo de 30% 
ao salário (Foto: TV Globo)
O Ministério do Trabalho e Emprego publicou no "Diário Oficial da União" desta terça-feira (14) portaria que aprova o Anexo 5 da Norma Regumentadora 16 (NR-16), que trata das situações de trabalho com utilização de motocicleta que geram direito ao adicional de periculosidade. Criado pela lei 12.997, de 18 de junho de 2014, a norma foi acrescentada à Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

O adicional de periculosidade corresponde a 30% do salário do empregado, sem os acréscimos resultantes de gratificações, prêmios ou participações nos lucros da empresa, e o direito passa a ser garantido aos motociclistas a partir da publicação da norma nesta terça-feira (14).

As atividades consideradas perigosas contemplam as que utilizam a motocicleta ou motoneta para fins de trabalho.

Não são consideradas perigosas a utilização de motocicleta ou motoneta exclusivamente no percurso da residência para o local de trabalho e vice-versa; atividades em veículos que não necessitem de emplacamento ou que não exijam carteira nacional de habilitação para conduzi-los; atividades em motocicleta ou motoneta em locais privados; e atividades com uso de motocicleta ou motoneta de forma eventual, ou, se for habitual, ocorrer por tempo extremamente reduzido.

Mototaxista, motoboy e motofrete estão contemplados, bem como todas as demais atividades laborais desempenhadas com o uso de motos.

Para discutir a implementação do adicional de periculosidade aos motociclistas, o MTE constituiu um grupo técnico tripartite, que elaborou a proposta de texto do Anexo da NR-16, que foi submetido à consulta pública por um período de 60 dias.

Antes, a CLT considerava perigosas as atividades que implicassem risco acentuado ao trabalhador em virtude de exposição a produtos inflamáveis, explosíveis ou energia elétrica, além de seguranças pessoais ou de patrimônio. Esses profissionais também tinham assegurado o direito ao adicional de periculosidade de 30%.
Fonte: G1

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Fortes chuvas deixam ainda cinco cidades em estado de alerta em AL

União, Branquinha, Murici, Rio Largo e Satuba estão sendo monitorados.
Defesa Civil diz que também há monitoramento dos rios na Zona da Mata.


Cinco municípios de Alagoas continuam em estado de atenção devido às fortes chuvas que caem no estado desde a última sexta-feira (3). A medida foi tomada após a emissão de um sinal de alerta do Centro de Monitoramento de Desastres Nacional. De acordo com a Defesa Civil Estadual, na manhã desta terça-feira (7), foi emitido estado de alerta para as cidades de União dos PalmaresBranquinhaMurici , Rio Largo e Satuba mas esse número pode mudar de acordo com a intensidade das chuvas. O nível dos rios Paríba e Mundaú também está sendo monitorado.
Nível do Rio Paraíba está no limite no município de Viçosa (Foto: Jefferson Martins/Arquivo pessoal)
Segundo o sargento Osman, da Defesa Civil Estadual, o estado de atenção é principalmente para as cidades que foram atingidas pela enchente de 2010. "Estamos monitorando. Os sinais de alerta mudam de acordo com a intensidade das chuvas", disse.
Já na Grande Maceió, vários bairros estão alagados devido à forte chuva que caiu durante a madrugada desta terça-feira (7).  No município de Rio Largo,  os moradores dos residenciais Pascoal 1 e 2, localizados no bairro do Tabuleiro do Pinto, mal conseguem sair de casa.
A reportagem do G1 tentou entrar em contato com a prefeitura de Rio Largo, para saber o que será feito para solucionar o problema, mas as ligações não foram atendidas.
Nível do Rio Mundaú em Rio Largo está alto e preocupando os moradores da cidade (Foto: Arquivo Pessoal/Will Santos)
o Rio Mundaú no município de Murici apresenta elevação das águas, em relação ao que constatamos no final da tarde de ontem, segunda-feira, 06, esta elevação ocorre de forma lenta, não oferecendo risco imediato de inundação.

Ponte do Cansanção em Murici(Foto: Muriciweb)
População assustada com alto nível do rio (Foto: Muriciweb)


Fonte: G1 AL